terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Ghostbuster


Eles existem de verdade...

sábado, 27 de dezembro de 2014

Sabia que já existe calçada pra quem caminha usando o celular?

Tem coisas que até parece difícil de acreditar, mas pelo que tudo indica, julgando o uso constante e obsessivo dos smartphones, uma calçada só pra quem caminha "teclando" é uma boa ideia.

E o conceito até não é tão recente assim. Em julho de 2014, o National Geographic desenvolveu em Washington D.C., um experimento que chamou de Mind Over Masses ("A mente sobre as massas", em tradução), partindo com a iniciativa de dividir a calçada; de um lado ficaria apenas quem costuma usar o celular enquanto caminha e do outro ficaria as demais pessoas. O "lado dos celulares" foi identificado com a frase "Cellphones: walk in this lane at your own risk" ("Celulares: caminhe desse lado assumindo seus próprios riscos", em tradução) e o lado oposto apenas "No cellphones" já deixava esclarecido que não era permitido o uso do dispositivo naquela parte do passeio. A partir da iniciativa, o National Grographic pretendia explorar os modos de fazer as pessoas mudarem seu comportamento a partir de pequenas mudanças visuais.

National Geographic "Mind Over Masses" - Washington D.C.

Pouco tempo depois, mais precisamente em setembro de 2014, a província de Chongqing na China, desenvolveu a mesma ideia, mas dessa vez, implementada pelo próprio governo.

 First mobile phone sidewalks in China ("Primeira calçada para usuários de celular na China", em tradução)

Chongqing - China

A calçada possui 30 metros de extensão e foi construída em Foreigner Street, um bairro turístico de Chongqing.

Conflito entre gerações (felinas)


Fonte: 9gag via Instagram

Senado prevê gastar R$ 696 mil com celulares para parlamentares

Mesmo já possuindo um contrato de telefonia que prevalece o fornecimento de aparelhos no critério de comodato aos parlamentares, o Senado brasileiro está em licitação para a compra de 360 aparelhos celulares que serão destinados aos seus integrantes.


A explicação para a situação é distribuir os novos recursos aos senadores que não quiserem utilizar os aparelhos corporativos fornecidos pelo plano. A licitação estabelece a compra de 90 iPhones 6, 90 Samsung Galaxy S5, 90 Motorolas Moto X e 90 Blacyberrys Z10. A entrega dos aparelhos está prevista para fevereiro de 2015.

O valor em questão pode não parecer muito, comparado a tantas outras ostentações que essa gente faz pelas nossas custas, mas tomando como base que o valor médio da cesta básica fica em R$ 300 reais, os R$ 696 mil reais usados nessa licitação poderiam servir pra comprar 2320 cestas, o que poderia alimentar uma pequena comunidade no nordeste.

Fonte: Dausacker

Ciberataque


Fonte: Jornal NH (edição impressa em 25/11/2014)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O jeito mais rápido de receber presentes


Feliz Natal aí gurizada!

domingo, 21 de dezembro de 2014

CTRL + Z na vida real


Quem nunca desejou?

Fonte: 9Gag via Instagram

Visita do Técnico

Fragmento extraído do livro 120 Segundos de Sabedoria Cômica, Fabrício Carpinejar, 65s:

Não tem nada que me irrite tanto: quando meu computador estraga, quebra, pifa.
É um terror. Sofro o medo inicial de perder todos os arquivos, E-mails e textos.
Depois sofro o pânico de ser enganado com o conserto. 
Qualquer coisa que seja dita, eu vou acreditar. Acho que essa sensação de ser passado para trás vem da falta de comunicação. O técnico chega calado e sai quieto.
Não justifica passo a passo, não indica formas de evitar a ocorrência, não detalha o que encontrou. Talvez nem ele saiba o que fez para arrumar.
Por mais que eu coloque antivírus, o problema continua sendo o antivírus.
Por mais que atualize o antivírus, faltou alguma atualização.
Os problemas sempre são os mesmos. Desde meu primeiro PC.


O técnico parece que faz um favor. Aparece em casa depois de esmolar muito sua visita.
Diz que é rapidinho. Assusme o comando da máquina às 19h, e são 23h, e ele ainda está lá.
Já perturbou totalmente a rotina, já sacrifiquei a agenda dos trabalhos, já briguei com a minha mulher que precisa acordar cedo.
Quando ele diz finalmente OK, testa em nossa frente e perfeito: tudo estabilizado novamente.
Aceito pagar mais do que aquilo que combinei ao telefone. Porque desejo me livrar logo da incomodação. Porque estou alegre que ele vai embora.
Ao ligar o computador sozinho e buscar recuperar o tempo perdido, acredita que não funciona? Tranca. Trunca. Trinca.
Eu me sinto um idiota ligando e desligando e rezando para o deus Windows.
O que eu aprendi?
Tenho que deixar um quartinho para o técnico em minha casa. Para ele dormir aqui.
Uma caminha no sofá do escritório.
É ele sair que o aparelho volta a estragar.
Daí vou cobrar pernoite, jantar e café da manhã.
Ficaremos quites.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Revelação do Obama

clique na imagem para ampliar

Menino: Senhor Obama, meu pai disse que você sabe um monte de coisas sobre a gente. É verdade?
Obama: Ah, meu garoto! As pessoas dizem algumas mentiras sobre mim. De qualquer forma, quem disse que ele é seu pai?

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Uma bilada, cino?

A galera toda sabe que além dessa bagaça aqui, na medida do possível, tento manter um outro blog, no endereço joatanfontoura.com/blog, publicando alguns textos e demais "inspirações" que ficam meio de fora do ramo da tecnologia ou bizarrices do gênero.

clique na imagem para ampliar

Chegando em casa mais cedo, pra minha surpresa, encontro um boleto emitido contra "meu domínio" em nome de uma tal Registro de Marcas, considerando que eu nunca fiz contato nem nunca ouvi falar nessa empresa.

E aí, será mesmo uma cilada, Bino?

Detentos do presídio de Osório (quase) recebem PS2

Na manha do último sábado (13/12/14), por volta das 11:30h, na Penitenciária Modulada de Osório, mais pra o litoral norte aqui no RS, a Brigada Miliar recebeu um acionamento diante da tentativa de entrada de um objeto até então não identificado nas imediações do complexo.


Diante da abordagem foi identificado que o material em questão era um Playstation 2, todo forrado com espuma e embrulhado em papelão. Aparentemente o vídeo game estava camuflado por motivos óbvios, mas principalmente para garantir que o equipamento chegaria até seu destino sem avarias.

Fonte: Jornal NH (edição de 15/12/14)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Quanto mais curtidas, maior é o ego

Uma vez eu li uma frase que dizia mais ou menos assim: "If the internet doesn´t know, nothing happened.". Ou seja, se você fez algo legal, desde ter jantado em um restaurante "massa" até ter assistido ao show de um banda top, e acabou não compartilhando nada sobre isso no seu perfil daquela rede social preferida, é como se nada tivesse acontecido, pois basicamente você não tem como comprovar aos seus amigos que esteve naquele lugar e naquela hora, conforme conta a história.


E de toda maneira, a gente sabe que tal postagem sempre é publicada com a mais remota intenção possível de ganhar uma ou outra curtida. Afinal de contas, isso enche o ego.

Imagem: Gordo Geek via Instagram

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Viu que a Microsoft anunciou o fim dos Clip-Arts?

Dependendo da sua idade, talvez você nem chegou a conhecer os famosos clip-arts, aqueles desenhos (fofinhos???), descrevendo diversos objetos, utilizados na maioria das vezes em apresentações ou trabalhos para ilustrar determinada situação ou simplesmente "quebrar o gelo".

Os clip-arts eram famosos durante a década de 1980, utilizados em aplicativos de editoração como o Adobe Pagemaker, e mais tarde, a partir da década de 1990, passaram a integrar as edições do Microsoft Office, seguindo um legado de quase 20 anos. A partir do Office 2013 a Microsoft desvinculou o recurso, pois com o advento das conexões, a facilidade e conhecimento dos usuários, procurar na internet uma imagem de boa qualidade não era mais um problema, tornando assim a pequena biblioteca dos clip-arts pouco utilizada.


Mesmo não estando disponível na última versão do pacote, até meados da semana passada a Microsoft ainda oferecia o recurso através do endereço office.microsoft.com, no entanto, em comunicado a empresa informou que está descontinuando o suporte ao acervo. Em contrapartida, confirmou que vai disponibilizar um novo sistema de buscas por imagens integrado ao Office, a partir do qual, o mecanismo deverá utilizar o Bing Imagens como fonte, filtrando apenas por arquivos classificados como Creative Commons, não impactando em restrições impostas pelo licenciamento e direitos do autor.

E se você ainda usava os clip-arts ou quer matar as saudades dos tempos de glória desse acervo, uma garimpada no Google pode trazer resultados indicando sites que oferecem o material, o mesmo conteúdo ou similar ao que era disponibilizado pela Microsoft.

Fonte: Info e TechTudo

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Você e a vida social


E aí, partiu encarar a realidade?

domingo, 7 de dezembro de 2014

Análise do tablet Asus Fonepad 7

A disseminação dos modelos de smartphones com telas cada vez maiores tem dispersado a atenção dos entusiastas que antes consideravam o fato de possuir um tablet. O mesmo acontece com a galera que nunca sentiu essa necessidade e encontrou nessa nova categoria de smartphones o conforto que faltava. Mas paladares requintados e que não dispensam telas ainda maiores, talvez podem pensar que investir em um tablet legal com preço acessível pode ser um bom negócio.

Asus Fonepad 7 - Acompanha adaptador de energia USB, cabo USB, manual (coisa inútil) e termo de garantia (também inútil).

O Asus Fonepad 7 (ME372CG) é um modelo que agrega desempenho, funcionalidades e recursos na medida certa para o bolso de qualquer nerd ou geek. O Fonepad 7 é equipado com um processador Intel Atom Z2560 Dual-Core com 1.6 GHz de frequência, 1 GB de memória RAM, armazenamento interno de 8 GB, tela de 7" LED com 1280x800 pixels de resolução, câmera traseira e 5 MP e frontal de 1.2 MP, conectividade bluetooth, Wi-Fi e 3G (incluindo a função de smartphone, podendo efetuar e receber chamadas), 1 x conexão Micro USB (com suporte ao padrão OTG), 1 x conexão para fone / microfone, 1 x conexão para cartão de memória Micro SD (com suporte até 64 GB) e 1 x conexão para Micro SIM Card. O dispositivo pesa 328 g, com dimensões de aproximadamente 12 cm x 19 cm x 1 cm, equipado com uma bateria de 15 Wh, nos testes ficando uma média de até 8 dias em modo de espera (alternando entre modo avião e rede EDGE / GSM) e 2 dias com uso moderado da Wi-Fi e 3G. O aparelho é compatível com Android 4.4.2 (Kitkat).

Na lateral esquerda fica apenas a conexão para Micro SIM Card; o acesso só é possível apenas com um clipe de metal fornecido em conjunto (apesar de funcionar também com clipe de papel comum).

Na lateral esquerda fica o botão liga / desliga, o botão de ajuste de volume e um fenda para inserir um cartão Micro SD; caso o usuário prefira não colocar um cartão de memória, essa fenda fica aberta, não existindo nenhuma "capinha" ou tampão de proteção, o que é ruim, pois pode causar o acúmulo de sujeira com o passar do tempo.

Android 4.4.2 (Kitkat)

Asus Fonepad 7 e Multilaser Titanium

Em termos de software, a ROM padrão disponibilizada pela Asus possui uma funcionalidade interessante. Ao arrastar o dedo de cima para baixo (baixando a "cortina" da barra superior de menus) é exibido um menu, definido como "Quick settings", a partir do qual diversos ajustes simples e rápidos podem ser realizados no aparelho, entre os quais, o mais interessante é o boost, tratando de fazer uma rápida otimização no sistema, desfragmentando a memória alocada e deixando o aparelho mais rápido.

Menu rápido - Quick Settings

Na questão valores, o preço tabelado por diversos varejistas pode variar de R$ 999 à R$ 799 reais. No entanto, alguns afirmam "torrar" esse valor, oferecendo o produto por preços entre R$ 599 e  R$ 550 reais. No meu caso, arrematei o bicho por R$ 579,00 reais sem arrependimento, pois o uso fluído, sem engasgos e as minhas necessidades atuais sendo atendidas compensam o investimento.

Aquele amigo terrível

"Eu sou aquele amigo terrível que lê sua mensagem, coloca o telefone de lado pra fazer outra coisa e vai responder só 4 horas depois."

Quem nunca???

Fonte: 8crap via Instagram

Projeto "Estátuas Falantes" revive monumentos de Londres

Cidades grandes e históricas como a capital inglesa, Londres, reservam muita história pra contar aos seus habitantes, sejam cidadãos ou turistas. Os monumentos espalhados por essas metrópoles são um reflexo de todo esse contexto, mas muitas vezes passam despercebidos.

Pensando nisso, a produtora e artista, Colette Hiller, resolveu colocar um pouco mais de vida nessas estátuas, fazendo com que cerca de 29 monumentos, espalhados entre Londres e Manchester, falem com as pessoas. Hiller é fundadora da organização Sing London, responsável por projetos e eventos com o intuito de diversificar e disseminar a cultura na capital, e através da sua organização, criou o que chamou de "Talking Statue" (em tradução, falando com a estátua). Hiller e sua equipe identificaram os monumentos com placas indicativas atribuídas por QR Codes, a partir dos quais as pessoas apontam a câmera do celular e em seguida recebem uma ligação da figura ou personagem representado por aquela estátua, um monólogo que conta um pouco da história daquela personalidade.

Talking Statue - Escute Barbirolli aqui

Segundo Hiller, os monólogos não devem levar mais de 2 min e 30 s, divididos entre uma média de 400 palavras. Hiller contou com o apoio de diversos atores para incorporar a voz de cada personalidade envolvida. A Rainha Victoria (Queen Victoria), por exemplo, é interpretada por Prunella Scales, já o Soldado Desconhecido (Unknow Soldier) por Patrick Stewart, o professor Xavier da série X-Men, e o monumento do famoso investigador Sherlock Holmes é interpretado pelo escritor Anthony Horowitz. A tecnologia utilizada no projeto foi desenvolvida pela Antenna International.

A Sing London confirma que nas duas primeiras semanas de exibição, isso em agosto / 2014 ainda, cerca de 6500 pessoas já haviam interagido ao menos com um dos monumentos. Conforme Hiller, a intenção é estender o projeto para outros lugares na Europa, e quem sabe EUA também, iniciando em cidades como Washington, Chicago e Nova Iorque.

Fonte: Jornal Hoje (06/12/14), The NYT, e Telegraph

sábado, 6 de dezembro de 2014

Trabalhando com imagens no Word


Movendo uma imagem no Microsoft Word | Na realidade isso faz o que você quer; bagunça todo o documento.

Fonte: 9Gag via Instagram

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Auxiliar Administrativo para grupos no WhatsApp

Se você tivesse uma empresa (desculpe se você já tem uma) e recebesse um currículo nos seguintes "moldes", quais as chances de contratação que o sujeito teria?

clique na imagem para ampliar

Cá entre nós, o cara é bastante modesto, pois com toda essa experiência administrando grupos no WhatsApp e uma fanpage, pedir uma vaga de auxiliar é pouco. Poderia exigir mais.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Versão humana da reinicialização

" 'Indo pra cama você vai se sentir melhor na manhã' seguinte é a versão humana de 'você já tentou desligar e ligar tudo novamente?' "

Fonte: 8crap via Instagram

domingo, 30 de novembro de 2014

Tem coisa pior na era móvel digital?


Sinal de Wi-Fi baixo, aplicativo carregando uma eternidade pra abrir e bateria fraca. É pra morrer de tanta depressão.

Venda de alma na internet era fake

Semana passada nosso leitor Gustavo Silva entrou em contato conosco sinalizando o anúncio de um "cabeça" que resolveu vender a alma dele em um desses sites de classificados online. O cara descrevia a alma como "zero bala" e dizia que não encontrava utilidade pra ela, por isso, decidiu "passar nos trocos".

Enquanto o anúncio ainda estava vigente 

O anúncio ficou mofando por lá durante alguns dias, inclusive alguns blogs e canais na internet noticiaram o fato, atentando a curiosidade em torno do assunto. Mas o que ninguém esperava ou talvez no fundo todos achavam que era isso, é que a venda não passava de uma ação publicitária conjunta entre o site de classificados, Classificadolandia, e o um canal de TV, Space, incitando pela audiência da nova série de TV, Constantine, estrelada pelo tal do John Constantine ou Hellblazer (desbravador do inferno).

O próprio site de classificamos admitiu a "brincadeira" com caráter publicitário

Valeu pela dica de pauta, Gustavo!

A arte nanométrica

Artistas são pessoas que pensam "fora da caixa". Talvez seja muito clichê falar isso, mas eles são tão birutas ao ponto de esculpir uma peça que que só pode ser deslumbrada usando um microscópio de tunelamento, daqueles utilizados na ciência para estudar os átomos e consequentemente a única maneira de analisar sua matéria.

Nas últimas semanas, o artista plástico londrino, Jonty Hurwitz, trabalhou em conjunto com os cientistas do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe e do Instituto Weitzmann de Ciências e criou o que ficou conhecida, até então, como a menor escultura da história, em escala nanométrica, medindo 80x100x20 microns (lembrando que cada micron ou micrômetro é um milionésimo de metro; basicamente cada centímetro tem dez mil microns). A peça foi desenvolvida a partir de uma tecnologia definida como multiphoton litografia, utilizando impressão 3D e outros apetrechos, pois Jonty retratou uma modelo real com o trabalho.

A modelo humana foi capturada em diversas posições por um arsenal de câmeras, transcrevendo as impressões ao software que retrataria a micro impressão em 3D

O resultado final foi comparado a um fio de cabelo

E depois, colocado no buraco da ponta de uma agulha de costura

Em resumo, pequeno "bacarai".

Fonte: Projeto Artefato e Jornal NH (edição de 28/11/14)

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Hello IT


Desculpa aí, mas essa dispensa qualquer comentário ou tradução. E só pra completar, assiste aqui.

Já usou o Anatel Serviço Móvel?

Lançado no mês passado (outubro / 2014) pela Anatel, o aplicativo Anatel Serviço Móvel tem a função de informar os usuários sobre a disponibilidade do sinal de dados ou voz atrelado a cada operadora em determinada região do país, segmentada por estado e cidade ou através da localização por GPS.

Anatel Serviço Móvel

Disponível para Android e iOS, o aplicativo categoriza as consultas por operadoras, avaliando critérios como a quantidade de ERBs (estações radio base, o que basicamente são as antenas), ranking de dados e ranking de voz em cada localidade avaliada, contando também com recursos em mapa, o que facilita a visualização e consequentemente a localização das ERBs em cada região. Também é possível filtrar os resultados entre as tecnologias 2G, 3G e 4G, considerando que essa disponibilidade deve variar conforme a tecnologia empregada nas antenas.


Quantidade de ERBs

Localização das ERBs no mapa

O recurso é uma boa opção pra galera que fica sempre correndo pra lá e pra cá e nunca sabe a qualidade do sinal que vai encontrar. Outra utilidade é avaliar a qualidade do serviço prestado pela sua operadora, facilitando também a avaliação dos recursos oferecidos pela concorrência antes de pensar em mudar.

Fonte: Sexta Móvel Podcast

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Tecnologia em sociedade


Fonte: History In Pictures via Twitter

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Recebi meu Oi Galera

Antes de qualquer coisa, eu queria deixar claro que não estou puxando o saco da Oi, muito menos babando os ovos deles e menos ainda recebendo qualquer tipo capital, propina ou patrocínio por fazer mais uma postagem falando dessa bagaça do Oi Galera.


A questão é que semanas atrás quando fiquei sabendo da promoção e divulguei aqui no blog, fiz um pedido do tal chip pra ver qual eras. Claro que ele não chegou só agora, por sinal, foi bem rápido, pois lembro de ter feito o pedido no domingo e na quarta ele já havia chegado.


Conforme sustenta a promoção, realmente não precisei pagar nada pelo kit, o que é um ponto positivo, considerando que muitas vezes a gente precisa desembolsar R$ 15 ou 20 pilas pra comprar um chip em qualquer quitanda por aí. O que não foi bem como eu esperava são os padrões de SIM oferecidos, pois entendi que era possível adquirir um kit "tripo corte", porém, no momento da escolha, antes de confirmar os dados para envio, precisei escolher apenas entre SIM normal + micro SIM ou apenas nano SIM. 


Um ponto que eu achei interessante e que realmente eu não sabia como funcionaria, ficou a critério da escolha do número, pois o chip vem "em branco", necessitando de poucos comandos após incluir ele no aparelho pra receber algumas opções e confirmar com a escolhida.

domingo, 16 de novembro de 2014

Holanda e suas ciclovias "movidas" a energia solar

A Holanda possui um total de 32 mil quilômetros de ciclovias ao longo do país. Dizem que cada habitante possui no mínimo uma bicicleta, o que garante uma frota de mais ou menos 16.5 milhões de bicicletas, considerando o número de habitantes do país.

Na última quarta-feira (12/11/14), a cidade de Krommenie (cerca de 25 quilômetros da capital Amsterdam) inaugurou a primeira ciclovia do mundo formada por placas de painéis solares, os quais tem a função de coletar a luz emitida pelo sol e converter em energia elétrica, além de servir como pista, é claro. O trajeto composto vai ao longo de 100 metros de comprimento e ainda está em fase de testes, mas já é capaz de abastecer três casas com a energia coletada.


O projeto denominado SolaRoad é uma parceria entre o governo e empresas locais, partindo de um investimento de € 3 milhões de euros (o equivalente a quase R$ 10 milhões de reais). A ciclovia é construída por barras de concreto, cada uma medindo 2,5 m x 3,5 m, cobertas por uma camada de vidro temperado  com aproximadamente 1 centímetro de espessura, além de células fotovoltaicas, responsáveis por captar a luz emitida pelo sol e converter em eletricidade. Os responsáveis pelo SolaRoad afirmam que a cada metro quadrado é possível produzir 50 quilowatts / hora.

A intenção é que no futuro toda a energia coletada seja convertida para fins como iluminação pública, sinalização, carros elétricos e residências. A previsão é estender o percurso em 300 metros até 2016. De qualquer forma, a viabilidade econômica ainda é uma incógnita, considerando o alto valor do investimento, ficando a critério de compensação com a energia gerada ao longo do tempo.

Inspirada em Van Gogh

Quase junto com a inauguração da ciclovia sustentável, a cidade de Nuenem também anunciou a reformulação da sua ciclovia na mesma linha. Inspirada na obra Noite Estrelada do pintor holandês Vicent Van Gogh, a pista utiliza um conceito parecido da SolaRoad, mas em menor escala, captando energia solar para alimentar apenas sua iluminação própria durante a noite. São mais de 50 mil pontos luminosos ao longo do trajeto, idealizado pelo designer Daan Roosegaarde e produzido pela empresa Heijmans.


Daan é conhecido por trabalhos que brilham no escuro e diz ter buscado sua inspiração nas estrelas de plástico fosforescentes usadas para decorar quartos de crianças. A pista foi revestida por uma pintura eletrônica com uma intensidade de brilho bastante forte e caso chova por muito tempo ou não faça sol é possível recarregar esse material com eletricidade.

Fonte: BBC, Exame, Mercado Ético e O Globo

sábado, 15 de novembro de 2014

Impressora precisa de atenção


Sim, ela só está sem papel...

Esboçando a Cloud Computing

Algumas semanas atrás, junto com os colegas Giovani Pozzo e William Warken, apresentamos um trabalho sobre Cloud Computing para a disciplina de Sistemas de Informação na faculdade. Durante a preparação para o trabalho, discutindo a organização dos temas e afins, fiz um esboço bastante simples sobre o conceito:

clique na imagem para ampliar

Achei interessante compartilhar, até pela minha insistência em utilizar o desenho em escala maior durante a apresentação, facilitando as explicações.

domingo, 2 de novembro de 2014

Designer cria prótese do Homem de Ferro para crianças

Precisar de uma prótese pra substituir uma mão não é nada agradável, principalmente quando a necessidade parte de uma criança.

O designer mecânico Pat Starace resolveu inovar e criou uma prótese infantil baseada na mão biônica do poderoso Homem de Ferro. A estrutura foi toda gerada por uma impressora 3D e os recursos tecnológicos como sensores de movimento, acelerômetros, compatibilidade com outros dispositivos wireless (utilizando NFC e RFID) e controle por voz são gerenciados por uma placa de Arduino acoplada na estrutura.


Não ficou confirmado se Pat pretende produzir sua criação em massa, mas os arquivos para impressão e demais documentações envolvendo o projeto serão disponibilizadas pelo designer (possivelmente através do site dele). Quanto ao modelo em questão, Pat está doando o mesmo para crianças que realmente precisam do recurso, transformando uma triste necessidade em um duplo motivo de alegria, afinal, além de ganhar uma prótese, a criança que receber terá "poderes de super-herói" também.


Iniciativas como essa já foram desenvolvidas por Aarton Brown, membro da E-Nabling The Future, uma organização fundada por entusiastas da impressão 3D, engenheiros, fisioterapeutas e designers. A ideia de Brown também foi parecida, desenvolvendo próteses para crianças usando a temática de super-heróis, como Batman, Capitão América e o próprio Homem de Ferro.

Fonte: Asdef e Infosfera

domingo, 26 de outubro de 2014

O negócio de alugar iPhones pra usar na balada

Eu até pensava que ter um iPhone nem era mais sinônimo de tanta ostentação, afinal, a gente observa pelas ruas e muita gente já anda com seu aparelho da Apple, mesmo sendo o modelo 4 ou 4S ainda, os mais antigos e baratos, mas iPhone é iPhone. 

O fato é que tem gente, como o editor de vídeos, Marco Aurélio Constantino, que resolveu tirar um trocado alugando iPhones. O público-alvo é quem tem aparelhos mais simples e quer fazer bonito, chamando a atenção na balada. Marco possui uma "frota" composta por quatro iPhones 5 e um iPhone 5S e costuma cobrar entre R$ 120 reais (iPhone 5) e R$ 170 reais (iPhone 5S) pelo aluguel durante o fim de semana. O rapaz diz faturar mais de R$ 2 mil reais por mês com o aluguel dos aparelhos.

Tiago Torres (esq.) e Marco Aurério (dir.) negociando o aluguel do aparelho

Segundo o estudante Tiago Torres, um dos clientes de Marco, alugando o modelo 5S, a intenção é aparecer com o aparelho na Festa do Boi, que ocorre em Parnamirim na região metropolitana de Natal (RN). Tiago diz que está ansioso para usar o aparelho na festa, pretendendo chamar a atenção das meninas com o modelo.

Marco completa afirmando que muita gente aluga os aparelhos para tirar aquela selfie no espelho da academia usando o aparelho e a maioria dos garotos retorna contando que conseguiu conquistar certa menina depois que apareceu com o iPhone alugado.

sábado, 25 de outubro de 2014

Peixe Urbano agora é dos chineses

Muitos técnicos em informática, inclusive eu, tem o hábito de criticar o Baidu e todas as suas dependências instaladas por livre e espontânea "pressão" nos computadores dos usuários, boa parte das vezes, comprometendo a integridade e usabilidade do sistema operacional. Mas vale lembrar que o Baidu é o buscador mais usado na China, possuindo 80% do mercado de buscas, e por motivos óbvios, apelidado de "Google chinês".


No início do mês, a Baidu anunciou a aquisição do famoso site de compras coletivas, Peixe Urbano, classificado entre as maiores empresas de internet do Brasil, fundada em 2010 e hoje com uma média de 25 milhões de usuários cadastrados, 30 mil empresas parceiras e operações em 40 cidades do país.

O investimento da chinesa no país já foi premeditado em julho de 2014, durante a visita do presidente da China, Xi Jinping, e do CEO e fundador do Baidu, Robin Li, ao Brasil. Na ocasião os representantes sinalizaram que estavam previstos investimentos na casa dos 120 milhões de reais no país, ao longo dos próximos três anos. Especulações indicam que parte desse valor foi usado na aquisição do Pexe Urbano.


A administração do Baidu informou que não vai alterar o quadro de funcionamento da empresa adquirida, inicialmente servindo de aporte a brasileira, principalmente nessa nova etapa, na qual o Peixe Urbano está migrando do modelo de compras coletivas e passando a atuar no comércio eletrônico local, com modalidades diferentes de ofertas, conforme anunciado pelo seu CEO, Julio Vasconcelos, em outubro de 2013.

O primeiro passo da Baidu no Brasil ocorreu na metade de 2012 quando a empresa lançou a versão em português do diretório de links Hao123. A primeira versão do site possuía suporte apenas ao chinês, porém, mais tarde, com a consolidação de em centro de pesquisas em Cingapura, onde são realizadas traduções para português, árabe, tailandês e vietnamita, a presença em outros países foi possível.

5 anos de Geek Fail

Esse ano está sendo deverás de muitas conquistas e mudanças na minha vida, fruto de muito empenho, trabalho e uma visão renovada do mundo. Estou feliz, mas ao mesmo tempo, sinto um certo desprezo, incitado a dizer que o Geek Fail não fez parte da maioria dessas reformas. Apesar de conseguirmos manter a periodicidade nas postagens, sempre abordando de forma peculiar, constante e tentando agregar a nossa marca em cada texto publicado, como sempre fizemos desde o início, algumas coisas acabaram sendo perdidas. Não convém tornar esse texto um montante de justificativas, mas comparado aos anos anteriores, desse vez nossa celebração está bem mais singela.


Ao longo desses 5 anos tivemos mais de 1080 artigos publicados, recebemos uma média mensal de 1300 visitantes e nossa página no Facebook resguarda mais de 400 membros. São números limitados, nós sabemos, mas ficamos imensamente felizes a cada acesso registrado e agradecemos muito quando os amigos chegam até nós e comentam sobre algum trabalho publicado ou fazem alguma sugestão quanto aos próximos assuntos que poderemos abordar.


Hoje celebramos meia década de trabalho e posso afirmar que é uma grande conquista para um blog nas proporções do Geek Fail. O nosso diferencial para chegar até aqui é manter um ciclo constante de atividades, pois aqui nós registramos o nosso desejo em compartilhar com os demais nerds e geeks um propósito em comum; falar sobre tecnologia. 

Agradeço de coração a sua visita, caro leitor e amigo, e convido você para continuar conosco por mais 5, 10, 15 anos ou pelo tempo que a internet ainda permitir.

Um forte abraço,

Joatan Fontoura
Editor Geral e Criador