segunda-feira, 20 de maio de 2024

Dicas para projetar sistemas seguros

Achei bacana compartilhar e deixar registrado por aqui.

Clique na imagem para ampliar

Postado originalmente em The Cyber Security Hub (via LinkedIn)

segunda-feira, 13 de maio de 2024

Sites para combater a desinformação

É muito triste tudo o que está acontecendo aqui no Rio Grande do Sul em virtude das enchentes decorrentes das fortes chuvas. O cenário é devastador. E com isso, muitas notícias estão surgindo a cada instante. Afinal, o cenário é de muita apreensão e incerteza.

True or False

E como se não bastasse toda a dor e sofrimento que o povo gaúcho está sentindo, infelizmente a desinformação e as fake news estão frequentes. Portanto, a seguir replico uma seleção de sites que podem apoiar no combate a desinformação, funcionando como mecanismos de consulta para desmentir ou confirmar o que se está falando por aí.

Além destes sites, vale lembrar que caso seja identificado uma notícia falsa e se deseje reportar, existe uma canal do governo que pode orientar sobre como prosseguir:

https://www.gov.br/secom/pt-br/fatos/brasil-contra-fake/como-denunciar-fake-news-1

Referência: Cartilha de Combate a Desinformação | Service IT

sábado, 11 de maio de 2024

ServiceNow em Desenhos

Para quem não sabe, sou instrutor de uma plataforma para automação de fluxos de trabalho chamada ServiceNow. Venho atuando nesta função há 2 anos e meio e neste período, já devo ter capacitado entre 700 a 800 pessoas.

Ao longo das minhas aulas, além de utilizar o material didático que preparamos, costumo também mostrar alguns desenhos, a fim de deixar a abordagem mais lúdica e sair um pouco do PPT/PDF. Normalmente utilizo estas ilustrações para revisar os conteúdos e reforçar o entendimento geral dos temas. A grande maioria deste materiais, eu faço antes das aulas e na hora somente mostro ao pessoal, eventualmente fazendo alguns rabiscos por cima. Se não fosse assim, eu perderia muito tempo desenhando, além de ter que refazer a "arte" a cada nova turma do mesmo curso.

Normalmente eu compartilho os desenhos com os participantes ao fim dos treinamentos. Entretanto, resolvi criar este post para deixá-los aqui também, para que se mais alguém tiver interesse, também possa coletá-los e utilizá-los nos seus estudos. Por sinal, além dos desenhos que eu utilizo nas aulas, também estou publicando aqui – em primeira mão – os que eu faço para estudo próprio em relação ao ServiceNow, seus produtos e aplicações.

Tentei organizar as imagens por assunto. Por exemplo, as que tratam de escopo de aplicação, seguem uma na sequência da outra, assim como, as que tratam de controle de acessos. Caso eu faça alguma atualização ou crie algo novo, farei o upload da nova versão e mencionarei no fim da postagem o que mudou.

Arquitetura

clique na imagem para ampliar

Tabelas, Navegação e Interfaces

clique na imagem para ampliar

Herança entre Tabelas

clique na imagem para ampliar

Escopo de Aplicação

clique na imagem para ampliar

Aplicação Escopada

clique na imagem para ampliar

Construção de aplicação customizada

clique na imagem para ampliar

App Engine Management Center

clique na imagem para ampliar

Usuários, grupos e roles

clique na imagem para ampliar

Autenticação e Gestão de Acessos

clique na imagem para ampliar

Analogia de ACLs com prédio e salas

clique na imagem para ampliar

ACLs: ".none, ".*" e ".field"

clique na imagem para ampliar

Importação de Dados

clique na imagem para ampliar

Definição de fluxo de trabalho

clique na imagem para ampliar

Catálogo, Categoria e Item

clique na imagem para ampliar

Catalog Builder, Service Catalog e SP

clique na imagem para ampliar

Integrações

clique na imagem para ampliar

Performance Analytics

clique na imagem para ampliar

Customer Service Management (CSM)

clique na imagem para ampliar

Security Operations

clique na imagem para ampliar

Robotic Process Automation (RPA)

clique na imagem para ampliar

Por enquanto é isso. Espero que de alguma forma você aproveite este conteúdo!

🧑🏽‍💻✌️

sexta-feira, 3 de maio de 2024

Do operário ao executivo: Todos usam Whatsapp

Somente no Brasil são 147 milhões de pessoas que utilizam o Whatsapp. Isso corresponde a mais de 96% dos usuários de internet no território brasileiro e faz com que nosso país seja o segundo colocado no ranking de uso do aplicativo, perdendo apenas para os indianos, que somam 390 milhões de usuários.

Usuários ativos mensais no Whatsapp

Há 15 anos – quando o Whatsapp surgiu – claramente nesta época e em alguns anos seguintes, até a sua popularização – as pessoas utilizavam outros meios para se comunicar. Posso dizer que tratando-se de mensagens de texto – via celular – as opções basicamente se limitavam ao SMS, quando a quantidade de torpedos, algumas vezes dependia do pacote contratado com a operadora. 

Pessoas com mais poder aquisitivo – executivos, por exemplo –, poderiam utilizar o BBM, um software de mensagens exclusivo para donos de Blackberry. Nesta época também já existia o iPhone, que tinha acesso a internet, mas acabava sendo uma realidade para poucos. Além disso, havia outros smartphones mais primitivos, porém, muito restritivos em termos de instalação de aplicativos e navegação.

Para enviar áudio, utilizando SMS não era possível. Em compensação, existia o Nextel, que funcionava como se fosse um walkie-talkie de longo alcance. Lembro de ser bastante comum ver muitas pessoas caminhando pela rua enquanto falavam nos seus radinhos em formato de telefone celular.

Bom, os anos se passaram e o resto é história. A popularização dos smartphones aconteceu, os planos de internet ficaram mais acessíveis e como percebemos no gráfico acima, praticamente todo cidadão com acesso à internet no Brasil utiliza Whatsapp. Não existe divisão, círculo social ou poder aquisitivo. É do operário até o executivo. Todos mandam áudio ou Whatsapp, trocam mensagens e fazem videochamadas. Por sinal, este último recurso, anos atrás, creio que muita gente nem imaginava que seria possível fora do computador – pois a tecnologia não estava pronta e não havia estímulo social para isso –, tanto que nem mesmo os primeiros iPhones tinham câmera frontal.

Hoje vivemos uma mistura de convergência com adesão tecnológica nunca vista antes. É maravilhoso e estranho ao mesmo tempo. Mas enfim, o passado evoluiu e é isso o que o presente nos mostra. Vamos aguardar os próximos 15 anos e ver se ainda seguiremos utilizando o Whatsapp como principal meio de comunicação ou se alguma outra tecnologia irá desbancá-lo, que como vimos, é algo comum na história.