quarta-feira, 22 de julho de 2020

Você vai precisar de uma chave philips


A boa e velha chave philips...

Xbox e Ybox


Só trocar o eixo pra ter um ou outro. 😅😅😅

Como se aplica Agilidade e DevOps em uma teia de aranha?

Semana passada participei de um webinar voltado ao entendimento dos desafios e aprendizados da transformação digital nas empresas. Considerando que Agilidade e DevOps estão fundamentalmente conectados com este tema, a imagem abaixo surgiu como uma reflexão.


E aí, se identificou com essa realidade? As etapas sugeridas fazem sentido?

domingo, 12 de julho de 2020

Um exemplo de organização


Esse é o meu Desktop! 😇

Isso é um acontecimento raro


Um arco-íris duplo é um acontecimento tão raro quanto alguém na internet dizer: "Você me convenceu. Eu estava errado.". 😌

O que proporciona as pessoas sensação de poder?


Dinheiro?
Status?

Nops, usar o terminar na frente de não programadores. 😆😆

Tem um E-mail importante vindo


Depois dessa, vou verificar minha pasta de Spam, pois vai que o Gmail me privou de algum E-mail importante. 😌

Sobre declarar imposto de renda


It´s true! 😓😓😓

E assim, nasceu o Docker


Sim, o Docker. Aquela plataforma "famosinha" entre a galera de DevOps, por sua característica de implementar com agilidade aplicações em um ambiente segregado da máquina original, com o uso de containers (recurso computacional necessário para rodar uma aplicação). O mascote da empresa é uma simpática baleia azul. 😎

O que a pandemia trouxe de bom no que diz respeito às relações e trabalho

Obviamente ninguém queria passar por uma pandemia, assim como também não era esperado essa que estamos vivendo, causada pelo Covid-19. Mas mesmo em meio a um cenário caótico, com cada vez mais infectados e óbitos sendo contabilizados, a economia enfraquecida e um governo que não demonstra confiança, ainda é possível identificar algo bom face a esses acontecimentos.

É veemente a percepção de que mesmo quem não tinha tanta familiaridade com a produção de conteúdo (as famosas lives) por meio de ferramentas como o Facebook, Instagram e YouTube e também na condução de reuniões virtuais (as tal das videoconferências) através do Microsoft Teams, Skype ou Zoom, utilizaram a sua capacidade de resiliência e desenvolveram novas habilidades, tanto no uso da tecnologia quanto no modelo de comunicação. E isso tem funcionado muito bem!

Foto por Sticker Mule on Unsplash

Os líderes também se tornaram mais claros, diretos, e de certa forma, até mais humanos, ao apresentarem-se, de forma remota, com mais frequência aos seus clientes e liderados, utilizando para isso também a tecnologia ao seu favor. Sem dúvidas essas atitudes potencializam a relação de confiança que se tem diante de uma organização, pois uma vez que seu CEO vem a público, contando com milhares de espectadores, falar sobre a situação da empresa, que se vê inserida em um mercado de incertezas, o senso de transparência é reafirmado.

Muitas empresas também aproveitaram esse momento para oferecer oportunidades de crescimento intelectual e quem sabe até profissional para qualquer pessoa. E com isso, me refiro aos cursos gratuitos promovidos por diversas instituições de ensino, que já trabalhavam com a modalidade EAD, mas que agora estão abrindo as suas "portas", tanto para seus alunos quanto para a comunidade, possibilitando que utilizem seu tempo de isolamento em casa e invistam no seu currículo. A qualidade do conteúdo oferecido costuma ser a mesma da modalidade paga, pois com isso, os atuais clientes são fidelizados além de prospectar novos.

Foto por Tina Witherspoon on Unsplash

E por último, mas não menos importante, em uma era pré-pandemia, o home office ainda era um modelo de trabalho duvidoso para muitos gestores e executivos de grandes organizações. Mas os tempos mudaram, e agora, quando diversas companhias ao redor do Brasil e do mundo estão com a maioria dos seus funcionários trabalhando de casa já a quase 5 meses, essa percepção mudou, pois os resultados esperados ainda seguem sendo entregues e a produtividade, ao invés de cair, pelo contrário, aumentou.

Infelizmente ainda é cedo para prever um cenário de melhora. Seria muito bom se pudéssemos acordar pela manhã e toda essa história de vírus tivesse sido apenas um sonho. Mas a verdade não é essa. O perigo está aí e necessitamos nos cuidar. Entretanto, sem dúvidas sairemos dessa condição mais exercitados e ousados do que quando entramos.