terça-feira, 22 de maio de 2018

Como os programadores programariam se o C não existisse


C: "Se eu não existisse, os programadores programariam em 'Basi', 'Pasal' e 'Obol'."

Fonte: Piadas Nerds (adaptado do livro As Melhores Piadas de Informática)

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Os 7 pecados capitais no mundo digital


Luxúria = Tinder
Gula = iFood
Soberba = LinkedIn
Preguiça = Netflix
Ira = Twitter
Inveja = Facebook
Vaidade = Instagram

Chico Xavier, a primeira impressora wireless


Personagem 1: "É uma mensagem do tio Helinho."
Personagem 2: "Acho que vamos precisar de mais folhas."
Personagem 3: "Poxa, tio! Custava ter configurado a impressão antes?"
Personagem 4: "O Hélio nunca foi muito bom com informática."

Fonte: Piadas Nerds (extraído do livro As Melhores Piadas de Informática)

sábado, 12 de maio de 2018

Copiei do Stack Overflow

Não trabalho diretamente com desenvolvimento, mas sendo de TI, sei que é bem comum na área a galera pegar trechos de códigos prontos publicados pela internet para colocar nas suas soluções. Eu poderia bancar o chato e dizer que o negócio vira um Frankenstein e não vira??? mas aí olho para o lado e digo: "quem nunca?". Seguido eu pego scripts prontos, pois alguém já desenvolveu, inclusive publicou na página oficial do fabricante (ex. Microsoft Script Center) e serve exatamente para resolver meu problema no trabalho onde sou cobrado por automatizar soluções.


Pegar códigos prontos não tem problema algum. No Stack Overflow rola isso direto mesmo. O problema está quando você copia o código das perguntas e não das respostas.

Aí a coisa complica.

Essa pessoa tentou desbloquear seu telefone

Quando seu gato tenta desbloquear seu telefone:


Provavelmente ele estava atrás dos nudes de algumas gatinha...

Joatan's Mobile Phone Timeline

Meus colegas do trabalho vivem dizendo que troco de celular com muita frequência e nunca tenho um modelo top de linha. Bom, acho que isso é verdade, tanto que resolvi montar uma linha do tempo relacionando todos os aparelhos que já tive até hoje, o que confirmou a suspeita:


Os aparelhos que ganhei dos meus pais (entre 2004 e 2008) sempre foram modelos simples. Nunca paguei mais de 1000 reais por um smartphone, o que explica nenhum deles ser um grande destaque do fabricante em termos de desempenho, e sempre gostei de usar aparelhos diferentes. Acho que eu fico rapidamente enjoado do design e demais características próprias do modelo, considerando que atualmente o sistema operacional é o mesmo diante do duopólio criado pelo Android e iOS. Talvez esses sejam os motivos para tantas trocas em poucos anos.