sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

DevOps pra combater os silos

Nessa semana participei de um webinar promovido por um fornecedor da empresa onde eu trabalho, no qual, o tema abordado foi Transformação Digital e DevOps. A agenda foi composta por definições, vínculos com a ferramenta desse parceiro e de uma demonstração prática.

Vamos focar na definição. Transformação Digital e DevOps são assuntos que frequentemente aparecem nas conversas que a equipe em que eu trabalho tem com gestores e áreas técnicas da companhia. Afinal, parte do nosso papel como uma área de Governança de TI é compreender os vínculos e participar ativamente de todo e qualquer movimento provocado pela TI, assim como também, na TI.

Achei bacana o ministrante defender que DevOps não se trata de uma ferramenta, um padrão ou um produto, mas sim, uma cultura entre os Times de Desenvolvimento (Dev) e Operações (Ops) que suporta a criação de diversas práticas, a fim de promover a "quebra" dos silos presentes em uma organização.

 Saga de um código entre silos

No fim das contas, o grande objetivo da DevOps é manter um pipeline contínuo, promovendo a interação entre os profissionais envolvidos em um projeto, no intuito de compreender a construção, a integração, o monitoramento, os testes e a implantação de um produto, serviço ou componente.

Cultura DevOps

A cultura DevOps, portanto, faz parte da Transformação Digital, que como eu defendi ao longo do meu TCC (mesmo que não mencionando diretamente esse termo) beneficia os consumidores com entregas mais rápidas e contínuas. Face a isso, existe uma realidade onde as pessoas estão cada vez mais impacientes, informadas e exigentes, o que provoca uma reação dinâmica em uma esfera que até então não estava  preparada para lidar com esse movimento, mas que aos poucos está se adaptando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário