quinta-feira, 21 de abril de 2016

Memória de "beckup"


Ao menos tem hardware de "beckup" esse servidor...

Hackers trabalham 24h por dia


Não sabia, pensei que eles trabalhavam apenas durante a noite.

domingo, 10 de abril de 2016

Olha aí as atividades do FLISOL 2016

Semanas atrás compartilhamos a chamada de palestrantes para o FLISOL 2016, evento que vai acontecer em Novo Hamburgo/RS no dia 16/04 (próximo sábado) em parceria com a Universidade Feevale junto com o grupo Software Livre VS.

FLISOL 2016

Agora a grade de palestras e oficinas já está fechada, e por sinal, o conteúdo e a qualidade das atividades promete ser top.

clique na imagem para ampliar

Reserve na sua agenda e não perca essa oportunidade! A inscrição é gratuita e será feita no próprio local. E se você precisa de horas complementares para seu curso, será emitido um certificado para compensação.

Para maiores informações, visite: http://wiki.softwarelivre-vs.org/FLISOL2016.

Análise caixinha de som bluetooth B-Max WS-336

Esses dias falei sobre um headphone e uma caixinha bluetooth de uma marca até conhecida, a Aquarius, mas agora, as impressões ficam por conta de um modelo xing-ling, desses vendidos em camelô, mas que funciona bem, tanto que já tenho ela a mais de um ano (apesar de não usar muito) e não tive grandes problemas.


O modelo é WS-336 e acho que a marca é B-Max, pois isso é o que está escrito na parte frontal da carcaça, porém, essa é a única menção feita ao nome. As especificações técnicas estão na embalagem, que por sinal, na minha encontrei apenas a caixinha bluetooth, sem cabos e mesmo qualquer tipo de manual (apesar de na embalagem sinalizar que acompanha um cabo USB e audio). Portanto, recomendo que negocie com seu camelô de plantão no mínimo um cabo USB para poder recarregar usando a conexão do computador. A embalagem também menciona um display com quatro cores, sendo que além da vermelha, tem preta, prata e azul. A caixinha tem as seguintes características:

[Funções]

Player de música e rádio FM

[Conexões]

Bluetooth
USB A (para pendrives)
Slot para cartão de memória (TF, micro SD)
Auxiliar de audio (3,5mm)
Mini USB para alimentação

[Outros]

Impedância: 4 OHM
Potência: 3W
Microfone para atendimento de chamadas quando sincronizada com o celular
Botões: liga/desliga, modo, play/stop, avança e retorna (faixas)
Bateria Li-ion, 3,7V, 700mAh (removível)

Preço: R$ 80 reais

Pequena o suficiente pra carregar em qualquer bolsa ou mochila

Painel de botões

Painel de conexões

Entre as funções de conexão, a única que nunca consegui utilizar foi a auxiliar de audio, possivelmente por um defeito de fabricação, mas por questão de comodidade, nunca recorri a qualquer tipo de contestação ou mesmo manutenção.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Gente que usa iOS


Só pra colocar lenha na velha briguinha entre iOS e Android fanboys...

Fonte: 9GAG via Instagram

Antes do Pau de Selfie


A vida era bem mais difícil antes de inventarem o pau de selfie.

Modo de economia de energia

Baseado em um fato que aconteceu esses dias no trabalho...


Por questões de integridade e confidencialidade não posso revelar maiores detalhes, mas todos passam bem e ao contrário do que parece, o tablet não explodiu, apenas não inicia mais o Android depois de habilitado o modo de economia de energia da Samsung.

domingo, 3 de abril de 2016

Não entendi seu código


Programador1: "Não entendi seu código. O que são essas linhas?"
Programador2: "Não faço ideia, mas ele não funciona sem elas."

Qual programador nunca???

Fonte: nix Craft via Facebook

Não me mande mensagem enquanto eu estou escrevendo pra você

"Não me mande mensagem enquanto eu estou escrevendo pra você. Agora eu tenho que mudar tudo o que estava digitando."

Fonte: 8crap via Instagram

Procurando por um bêbado

Só os DBA's (ou aprendizes) entenderam, mas vale a piadinha:


Não vou traduzir porque perde a graça, contudo, ainda prefiro aquela do pequeno Bobby Tables...

Fonte: nix Craft via Facebook

sábado, 26 de março de 2016

Torrada oficial da Nintendo


Pra uma refeição com muito mais energia...

Fonte: 9GAG via Instagram

Análise headphone Rock e caixinha bluetooth Acqua da Aquarius

Na última Black Friday adquiri o headphone Rock (MTC1213) e a caixinha bluetooth Acqua (MTC1313) da Aquarius. Ambos possuem uma insígnia do Rock in Rio estampada na carcaça e um display de cores bem diversificado (é possível encontrar branco, azul, vermelho e preto), os meus são pretos (esqueci de escolher a cor na hora da compra). Também é possível encontrar os produtos na cor laranja e sem a logo do Rock in Rio, apesar do preço alterar.

Os dois dispositivos até parecem um combo (o que não é, pois são vendidos separadamente). A semelhança está tanto na textura, quanto na qualidade e no preço. Tudo combina.

Headphone Aquarius Rock

Abaixo temos as especificações do fone de ouvido:

[Geral]
Bluetooth: 2.1 + EDR
Perfis suportados de bluetooth: HSP, HFP, A2DP e AVRCP
Alcance do bluetooth: até 10m
Bateria: até 8h de música e recarga em 2,5h a partir de uma interface micro USB (acompanha cabo)
Botões: liga/desliga, ajuste de volume e faixa de audio

[Microfone]
Direção: Omni-direcional
Frequência de resposta: 100-100KHz
Impedância: 2.2K OHM em 1KHz
Sensibilidade: 4x1.5 / -45 = 2dB

[Fone]

Alto-falantes: 3 cm (diâmetro)
Impedância: 32 OHM / 1Khz
Frequência de resposta: 100-100KHz
Sensibilidade: 93 dB / nW = 3dB

Preço: R$ 49,90 reais

É possível ajustar a altura das hastes

Corpo emborrachado

Não é preciso dizer que é um fone simples. As espumas podem esquentar bastante e atrelado ao fato que a estrutura dele não é muito grande, as vezes é possível se incomodar em dobro com o calor e a leve pressão que ele faz na cabeça, ainda mais se você usa óculos. Acho que uma conexão P2 também iria bem, principalmente pra conectar no computador, caso não exista comunicação bluetooth. E antes que perguntem sobre o microfone, pra mim é dispensável, considerando que quando estou ouvindo música e recebo um ligação, prefiro alterar o perfil de conexão e atender pelo celular mesmo. Outro ponto que senti um pouco comparado aos outros fones que já avaliei por aqui (Kolke KABT 100 e Rapoo H6060) é a conexão bluetooth com o celular, pois dependendo como desloco o aparelho, acaba falhando o audio. Mas pra não falar só em pontos negativos, acho que quem paga menos que 50 pilas em um fone bluetooth pode esperar que não vai ser as mil maravilhas, apesar de uma experiência válida pra se livrar dos cabos.

Caixinha Bluetooth Aquarius Acqua

E agora vamos as especificações da caixinha:

Bluetooth: 3.0 + EDR
Perfis suportados de bluetooth: HSP, HFP, A2DP
Alcance: até 10 metros
Bateria: até 4h de música e recarga em até 3h a partir de uma interface micro USB (acompanha cabo)
Botões: liga/desliga, play/stop, faixa de audio e microfone (mute)
Potência do alto-falante: 3W
Impedância: 4 OHM
Dimensões: 9 x 9 x 6,5 cm
Peso: 186 g

Preço: R$ 39,90 reais

Na base, uma ventosa de fixação (não é possível remover com facilidade)

No chuveiro

A caixinha atende as expectativas pra seu tamanho e especificações. O som é bastante nítido e não peca tanto nos graves. A conexão é gerenciada por uma cativante voz feminina que diz: "Aquarius Acqua... aguardando conexão...", "Conectado." ou "Sem conexão.". Um diferencial é a resistência a água, podendo utilizar no chuveiro (presa na parede por uma ventosa de fixação acoplada na base, que por sinal, não fixa muito bem) seguindo a indicação do próprio fabricante. Levando em conta a mesma percepção do fone, também senti falta de uma conexão P2, e nesse caso, quanto ao microfone, até achei útil (pra quem quer montar uma mini audioconferência), mas sinceramente não testei.

Iniciei a postagem dizendo que comprei os produtos na Black Friday, o que realmente aconteceu. Na época até pensei que seria alguma sobra de estoque ou coisa assim, mas pelo visto não, já que se hoje pesquisar no Google, não é difícil encontrar ambos os produtos anunciados em sites de varejo oferecidos pelo mesmo valor que paguei (até mesmo no próprio site do fabricante... que Black Friday foi essa???) ou se tiver sorte um link de promoção com o valor mais baixo ainda.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Quer palestrar no FLISOL 2016?

Quem acompanha o blog sabe de todo o apoio que dedicamos ao software livre. E junto com essa frente, temos os eventos que promovem a liberdade do software. O FLISOL é um deles e a chamada para palestrantes está aberta. Portanto, se você tem uma ideia, experiência ou qualquer coisa relevante relacionada ao software livre que gostaria de apresentar pra comunidade, essa é a hora!


Chamada de trabalhos para o FLISOL (Festival Latino-americano de
Instalação de Software Livre) 2016 em Novo Hamburgo

O grupo de usuários SoftwareLivreVS está aceitando propostas de palestras para o FLISOL 2016:

  • Data: 16 de abril de 2016 (sábado)
  • Hora: 12:30h às 17h
  • Local: Campus II da Feevale, Prédio Arenito - Novo Hamburgo / RS
  • Público Alvo: usuários de computador em geral, educadores, estudantes e profissionais de TI que queiram conhecer o Software Livre e/ou participar da comunidade de Software Livre da região. Não é necessário ter experiência com Software Livre para participar.

Você pode enviar a sua proposta de apresentação atendendo os seguintes requisitos:

  • Os trabalhos propostos devem ser sobre Cultura/Hardware/Software Livre;
  • As palestras terão duração de 45 minutos, incluindo tempo para perguntas;

Os palestrantes serão voluntários e receberão um certificado pela palestra e/ou oficina ministradas.

Para submeter propostas de palestras, envie um e-mail para flisol2016@softwarelivre-vs.org, com os seguintes dados, até o dia 08/04:

  • Título da palestra
  • Resumo da palestra (1 parágrafo)
  • Nome do palestrante
  • Mini-currículo do palestrante (1 parágrafo)
  • Número do celular do palestrante
  • Endereço de e-mail do palestrante
  • Para oficinas, constar requisitos e recursos prévios para estrutura e para os participantes

Caso tenha alguma observação, especifique-a no e-mail.

Use o Whatsapp pra falar com a gente

Se você estava navegando bem de boa pela interwebs e viu aquele conteúdo bacaninha que poderia estar aparecendo também no Geek Fail, o que acha de mandar um "whats" pra gente sugerindo a publicação? Vale também para qualquer ideia, sugestão ou artigo que você, nosso caro e estimado leitor, gostaria de ver por aqui. A partir da sua mensagem, nós trabalharemos na produção do post e dedicaremos todos os créditos a você.


Então tá beleza! Adicione o número do Geek Fail aí na sua agenda e não esqueça de compartilhar!

sexta-feira, 18 de março de 2016

Usuário configurando o proxy


Só faltaram os campos pra informar o bairro e a cidade também...