terça-feira, 22 de julho de 2014

Um túmulo com Wi-Fi liberado

"Quando eu morrer, quero um túmulo com Wi-Fi liberado, pois assim as pessoas visitarão com mais frequência!"

domingo, 20 de julho de 2014

Um FIFA bem realístico

Marius Hjerpseth é um norueguês com pouco mais de 20 anos. Um Youtuber famoso no Canadá e um jogador nato de FIFA. Reunindo suas habilidades como celebridade digital e gamer, ele resolveu chamar alguns amigos pra uma partida, não de FIFA, mas futebol de verdade.


A diferença foi que Hjerpseth filmou cada lance e transformou em algo que ele chamou de Future FIFA, um apanhado com as melhores imagens do jogo, transformadas como se realmente fizessem parte da lendária série de vídeo games, atentando aos detalhes como as setinhas na cabeça de cada jogador, telas indicativas informando o nome dos jogadores, efeitos de câmera e a conhecida narração do inglês Martin Tyler.

A "pelada" foi gravada na sede da EA Sports em Vancouver no Canadá e já conta com mais de 1,5 milhões de visualizações no YouTube desde que foi publicada no último dia 12 de julho:


Internet e o Facebook

Já parou para pensar na relação entre os serviços que você usa na internet e o domínio do Facebook?


Não?
Bom, tem gente que já anda preocupada com isso...

sábado, 19 de julho de 2014

SORTEIO: Licenças do Privacy Suite 15

Na semana passada falamos sobre o Steganos Priacy Suite 15, uma solução bastante completa que permite gerenciar dados de forma segura, oferecendo recursos como suporte a criptografia de arquivos, proteção de dados por senha, criptografia de E-mails e gerenciamento de senhas.


Disponível para as plataformas Windows (desktop), Android e iOS (mobile), a ferramenta é paga, oferecendo uma versão de testes disponível por 30 dias. No entanto, em parceria com a Steganos em conjunto com sua assessoria, estamos sorteando 2 (duas) licenças aos nossos leitores. Para concorrer, basta acessar o link da promoção e clicar no botão "Quero Participar".

O sorteio será realizado no dia 31 de julho (quinta-feira), através do aplicativo Sorteie.me na nossa página no Facebook.

Participe!

domingo, 13 de julho de 2014

Você pode não acreditar, mas a Titcoin existe

Dias atrás, estava navegando em um site de notícias quando encontrei uma postagem falando sobre uma tal de Titcoin (em inglês, "tits" são peitos e "coins" são moedas, se você ainda não sabe), uma espécie de moeda criada pelo site Pornhub, a qual possibilitaria que garotas que frequentam bares, lojas de conveniência e qualquer outro estabelecimento do tipo, ao pagar a conta, poderiam levantar a blusa e exibir seus peitos para uma foto registrada pelo atendente. Em troca disso, as respectivas clientes deveriam receber um desconto ou quem sabe até a conta paga.

O Pornhub é lembrado por campanhas sinalizando ações inusitadas iguais essa, obviamente de cunho sexual, o "ganha pão" do site. O vídeo publicitário citando a ação ficou bastante convincente, mas pelo que tudo indica, não passou de uma piada. No entanto, parando para analisar a ideia, não é difícil concluir que esse tipo de troca já acontece, bem antes de qualquer ação ou incentivo.


Mas falando sério, a Titcoin realmente existe, não da forma como o Pornhub indicou, mas como uma moeda virtual de verdade, as chamadas criptocurrency (na tradução, moedas criptografadas), seguindo o mesmo padrão do famoso Bitcoin ou Litecoin, por exemplo. Desenvolvida por um trio de empreendedores, Edward Mansfield, Richard Allen e um terceiro que não foi publicamente identificado, o negócio nasceu em novembro de 2013, mas foi oficialmente lançado no dia 21 de junho de 2014.


Conforme entrevista concedida por Mansfield para revista canadense, Vice Magazine, a intenção do time não foi desenvolver nenhum tipo de relação com o mercado do sexo, apesar do nome, passando apenas de uma tentativa para chamar atenção da mídia, assim como dos próprios usuários. Mas nada impede que daqui alguns anos, quando o mercado de moedas virtuais estiver melhor consolidado, a Titcoin acabar sendo a preferida das sex shops. A estimativa é que no total serão geradas 69 milhões de Titcoins até o último bit minerado.

Mais detalhes, referências, como começar a minerar e hardware indicado, podem ser encontrados no site oficial da moeda.

Fonte: Infosfera e Vine

terça-feira, 8 de julho de 2014

Se o Internet Explorer é corajoso o suficiente

"Se o Internet Explorer é corajoso o suficiente pra perguntar se você aceita ele como seu navegador padrão, então você é corajoso o suficiente pra convidar aquela menina pra sair"

Fonte: 9GAG via Instagram

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Mais segurança com Privacy Suite 15

Não é recente a preocupação dos usuários por ações mais seguras e que garantam maior privacidade no meio digital. A preservação dos dados é o principal motivo pra isso. E diante dessa demanda, ferramentas como o Privacy Suite 15 podem auxiliar na gestão desse conteúdo, oferecendo segurança e confiabilidade em qualquer lugar.

O Steganos Privacy Suite 15 é um conjunto de recursos que possibilita desde a criptografia de arquivos e alocações específicas do disco, passando por um módulo de gerenciamento seguro de senhas, até um triturador de arquivos, o qual promete excluir definitivamente qualquer arquivo disponível no disco.

Steganos Privacy Suite 15

O Safe e o Portable Safe possibilitam sinalizar e criptografar alocações específicas no disco rígido do computador ou mesmo em dispositivos removíveis, protegendo os respectivos locais contra a ação de pessoas não autorizadas, considerando que apenas quem possuir a senha poderá acessar os arquivos salvos nessas partições. Se a intenção é criptografar apenas um arquivo, o Crypt & Hide pode ajudar, protegendo arquivos aleatórios contra o acesso de terceiros.

 Steganos Portable Safe

Steganos Crypt & Hide

Criptografar E-mails para garantir integridade no envio das mensagens também é um recurso que o Privacy Suite oferece. As mensagens podem ser envidas através de uma integração da ferramenta com algum cliente de E-mail ou a partir de um arquivo salvo previamente pelo usuário.

Steganos E-mail Encryption

Lembrar de diversas senhas também é coisa do passado. O módulo Password Manager permite registrar uma senha mestra, a partir da qual deverá ser liberado o acesso a uma base de dados para o cadastro único de todos os serviços e senhas que o usuário desejar. Nas próximas vezes que ocorrer a necessidade de validar algum acesso e o usuário precisar recorrer a senha, será preciso apenas lembrar a senha mestra para consultar a base do Steganos, a qual poderá estar sincronizada com uma conta no Dropbbox, que por sua vez levará a uma aplicativo disponível para Android ou iOS, possibilitando o acesso a partir de um smartphone ou tablet.

Password Manager

Excluir arquivos com segurança também é um recurso que o Privacy Suite oferece. O módulo Shredder (triturador em inglês) permite excluir arquivos sem deixar rastros ou possibilidade de recuperação. Uma forma rápida e segura para eliminar documentos sigilosos.

Steganos Shredder 

Maiores detalhes sobre o Steganos Privacy Suite 15 podem ser encontrados no site oficial da ferramenta, assim como o download da versão de testes por 30 dias.

domingo, 6 de julho de 2014

Churras de Domingo

O domingo está quase acabando e provavelmente você curtiu pacarai, comendo um "churras" no capricho. 


Mas não fica triste, semana que vem tem mais.

Estudo indica que mulheres trocam mais pornografia no WhatsApp que os homens

Um estudo publicado pela revista Enseñanza de las Ciencias com sede na Espanha, concluiu que as mulheres compartilham mais pornografia no WhatsApp que a maioria dos homens, uma revelação intrigante, considerando que passamos por um período no qual o aplicativo já deixou de ser apenas um meio fácil e rápido de comunicação e evoluiu involuntariamente para uma ferramenta de compartilhamento de conteúdo, principalmente fotos e vídeos.

Imagem: www.shutterstock.com

Conforme a pesquisa liderada pelo professor Andrzej Harms Stolbova, docente da Universidade de Varsóvia na Polónia, o WhatsApp é o aplicativo com o maior trafego de conteúdo erótico da atualidade, provavelmente devido ao suposto anonimato, alinhado a confiança entre os usuários da ferramenta, criando assim um enorme volume de conteúdo pornográfico.

Os estudos decorreram a partir da análise de 3500 smartphones, supostamente encontrados em trens, metrôs e ônibus de grandes cidades, como Londres, Nova Iorque, Varsóvia e São Paulo. O conteúdo extraído dos aparelhos foi analisado, preservando o sigilo de cada usuário envolvido.

Ficou constatado que vídeos envolvendo masturbação e fotos de seios representam 63% desse conteúdo. O restante fica por conta do famoso "caiu na net" e vídeos engraçados envolvendo sexo.

O professor Stolbova é audacioso e vai longe, afirmando que hoje as mulheres casadas possuem mais fotos dos seus peitos que dos próprios filhos no seu celular e mais fotos de outros homens em cenas explícitas que imagens registrando momentos de afeto com o próprio marido.

Fonte: Mundoidão

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Como começar um relacionamento usando a internet


E viveram felizes até vai saber quando.

Fonte: Rene Silva Santos via Twitter

Nesse inverno use AMD


Digamos que esse é um daqueles casos que as imagens valem por mil palavras...

domingo, 29 de junho de 2014

Análise e Instalação do Google Chromecast

Quase 10 meses desde o seu lançamento no mercado americano, em julho de 2013, o Google Chromecast resolveu aparecer por terras brasileiras, conforme o anúncio da empresa, ainda no início de maio de 2014. Parecido com um pendrive, o Chromecast tem a função de transformar qualquer aparelho de TV com entrada HDMI em uma smart TV, possibilitando o streaming de arquivos, a partir de um tablet, smartphone ou computador, diretamente para a TV, oferecendo compatibilidade com aplicativos de mídia, como Netflix e o próprio YouTube.

Google Chromecast

Galinha Pintadinha - Garota propaganda oficial do lançamento no Brasil

O dispositivo é conectado na entrada HDMI da TV e alimentado por uma conexão micro USB, a qual pode estar plugada em um adaptador de tomada ou em qualquer entrada USB da própria TV, através de um cabo, ambos fornecidos no kit de instalação, além de um extensor HDMI, conveniente para TVs que estão instaladas muito próximas da parede ou necessário para melhorar a recepção do sinal de rede.

Chromecast (dongle), fonte de alimentação, cabo USB e extensor HDMI

A configuração é simples. Após conectar o dispositivo na entrada HDMI, deixando o mesmo também devidamente alimentado, ele será detectado como uma conexão de rede sem fio. A partir de um computador ou algum dispositivo móvel, é necessário baixar um aplicativo (para computadores, usar esse link), o qual será executado e deverá realizar o reconhecimento do dongle, iniciando o procedimento de instalação e ingresso do dispositivo na rede.

Instalando o Chromecast

Iniciando a configuração

Informando o PIN solicitado pelo aplicativo para parear o dispositivo na rede

Conectando na rede wireless

Atualizando o sistema operacional do dispositivo, por sinal, uma mistura de Chrome OS com Android

Pronto para transmitir

Se a intenção é usar um computador para transmitir conteúdo, existe uma extensão para Google Chrome que atende essa necessidade, a Google Cast, podendo assim compartilhar qualquer página da internet com a TV. Para tablets e smartphones com Android 2.3 ou superior, um aplicativo pode ser baixado e instalado pela Google Play, oferecendo o recurso de compartilhamento durante o uso dos aplicativos compatíveis. Além de versões para Android, existem também variantes para iOS e Windows Phone, mesmo que nesse último, não oficial e desenvolvida por terceiros.

Extensão "Chromecast" para Google Chrome

Android - Escolhendo dispositivo para exibição

Vendido por US$ 35 dólares nos EUA, o Chromecast chegou ao Brasil custando um pouco mais, R$ 199 reais. Disponível inicialmente apenas nos varejistas indicados no próprio site, a set-top box da Google ainda é a opção mais barata no país, sendo concorrente direto do Apple TV que custa o dobro do preço.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Meu spam favorito

Ninguém nunca descobriu qual a verdadeira origem da palavra spam. Alguns dizem que significa Sending and Posting Advertisement in Mass (envio e publicação de publicidade em massa), outros acreditam que pode fazer referência para Shit Posing As Mail (porcaria fingindo ser correspondência) e ainda um grupo mais relutante afirma significar Single Post to All Messageboards (mensagem única para todos os participantes de um fórum).

"Ele é nosso especialista em spam!"

A grande verdade é que as pessoas preferem acreditar em uma definição mais engraçadinha, apresentada por um grupo de humoristas ingleses chamado Monty Python, quem cita o SPAM, um tipo de carne enlatada de origem suína, fornecida pela Hormel Foods Corporation, durante um quadro de humor ainda da década de 1970, satirizando o uso do enlatado.


Segundo a Wikipédia, o próprio RFC, (Request for Comments), um tipo de documento regido para referenciar os padrões de protocolos na internet, prefere acreditar na origem do termo designada pelo Monty Python.  

domingo, 22 de junho de 2014

Dicas para otimizar o desempenho do seu computador

No hemisfério norte, onde a primavera costuma chegar entre o fim de janeiro e o início de fevereiro, é comum as famílias realizarem os clássicos garage sales (bazar de garagem), na tentativa de ficarem livres de toda a tralha acumulada durante o rigoroso inverno, coisas que não serão mais úteis durante o verão, uma forma de dizer "boas vindas" para a estação que está chegando.


Trabalhando mais ou menos nesse conceito, iniciando em março e decorrendo nos meses seguintes, os laboratórios da TuneUp (empresa do grupo AVG Technologies) lançaram uma campanha para compartilhar alguns truques e dicas de limpeza e otimização do computador, os quais podem ser facilmente seguidos e aplicados por qualquer usuário. Entre os principais estão:
  • Excluir atalhos inúteis da área de trabalho: A dica faz referência apenas aos atalhos não utilizados. Mas eu vou um pouco além, pois sou perito em bagunçar a área de trabalho com arquivos e pastas que no momento não sei onde colocar. Portanto, além de selecionar os atalhos inúteis e teclar "SHIFT + DEL" para definitivamente excluir, cuidado com os arquivos temporariamente alocadas na área de trabalho, pois também podem influenciar no baixo desempenho do sistema.
  • Desinstalar as barras de ferramentas desnecessárias: Durante a instalação de um programa, basta um avançar sem pensar nas opções marcadas na janela anterior, que aos poucos uma coleção de barras vão empilhando na parte superior do seu navegador. Para desinstalar, navegue até OPÇÕES -> CONFIGURAÇÕES -> EXTENSÕES (Google Chrome), FERRAMENTAS -> COMPLEMENTOS -> EXTENSÕES (Mozilla Firefox) ou FERRAMENTAS -> GERENCIAR COMPLEMENTOS (Internet Explorer) e desabilite todas as extensões ou complementos que julgar desnecessário.
  • Desabilitar programas sem uso: Se já possuir o TuneUp instalado é possível fazer uso do Program Deactivator, o qual lista os programas instalados no sistema operacional, mas sem uso, apenas consumindo recursos do sistema. Dessa forma, o Program Deactivator pode desabilitar essas aplicações, evitando desinstalações inconvenientes, pois quando necessário, o programa ainda estará pronto para uso.
clique na imagem para ampliar
  • Desinstalar programas não usados por muito tempo: A partir do TuneUp Utilities é possível realizar uma análise no sistema, listando todos os programas instalados, mas filtrando apenas programas que já não são utilizados por um longo período, podendo facilmente remover essas aplicações.
clique na imagem para ampliar
  • Desabilitar programas com início automático: Provavelmente para os usuários mais experientes essa função seja bastante conhecida, pois existem recursos no sistema operacional que podem atuar diretamente nessa necessidade. Mas a intenção do TuneUp Utilities é facilitar a vida e acabar com qualquer tipo de receio, por isso, utilizando essa ferramenta é possível desabilitar a inicialização automática de programas em apenas um clique.
clique na imagem para ampliar
  • Limpar arquivos desnecessários: Depois de desabilitar ou desinstalar os programas sem uso, utilizando o próprio TuneUp é possível realizar uma limpeza no sistema, excluindo históricos de navegação e arquivos temporários, conforme as opções oferecidas.
clique na imagem para ampliar

A TuneUp parametrizou computadores entre antes e depois de passarem por esses procedimentos corretivos, utilizando para análise o PCMark 8, ferramenta que simula cargas de trabalho cotidiano nos computadores. Os resultados foram realmente satisfatórios, sinalizando uma melhora de 20% no rendimento dos equipamentos após as correções, provando que cuidados básicos funcionam, principalmente quando atrelados a uma ferramenta que auxilia nesse processo.

Fonte: TuneUp Utilities - AVG (assessoria)

sábado, 21 de junho de 2014

Como funciona a Tecnologia da Linha do Gol?

Goal-Line Technology (GLT) ou Tecnologia da Linha do Gol é o mais novo recurso tecnológico da Fifa na Copa de 2014. A função, como a maioria dos torcedores já deve saber, é auxiliar os árbitros na identificação de gols que ficaram reclusos no meio de toda a euforia do momento, impactando na incerteza quanto a passagem ou não da bola pelas limitações impostas pela linha e traves. 

O recurso funciona com 14 câmeras (7 para cada gol) instaladas nas imediações do campo. As câmeras tem a função de identificar a localização da bola, enviando as imagens para uma central que calcula a posição exata da brazuca, fazendo uma leitura 3D, a partir da análise de 500 imagens por segundo, cerca de 30 vezes mais que o olho humano. A precisão da localização da bola é 3,6 mm. Dessa forma, assim que a bola ultrapassa os limites do gol, um sinal é criptografado e em menos de 1 segundo enviado para o relógio do juiz, o qual sofre uma vibração quando recebe o alerta, exibindo na tela a mensagem e a notação de tempo.


Estreada na última eliminatória entre França e Honduras no Beira Rio em Porto Alegre / RS, quando o goleiro tentou atacar a bola já cruzando a linha do gol com a mão, a tecnologia é fornecida pela empresa alemã GoalControl Gmbh. Denominado tecnicamente de GoalControl-4D, o sistema custa US$ 257.000 dólares para ser instalado em cada estádio, além do custo de manutenção de US$ 4.200 dólares por jogo.